domingo, 3 de julho de 2011

1

A Hospedeira - Stephenie Meyer

Depois de um tempo sem falar de livros por aqui, hoje é dia de #recomendo.



Li, há pouco tempo atrás, o livro A Hospedeira (The host), de Stephenie Meyer e preciso ser sincera... O LIVRO É EXCELENTE!

"Duas consciências... ocupando um só corpo."

Comprei antes do final do ano passado e levei pra SP, durante minha visita rápida. A ideia era ler no avião, porque não consigo dormir durante o voo. Enfim, quando comecei a ler, já queria desistir. O começo é confuso, com coisas que você pensa ser de um jeito, quando na verdade são de outro. É muito estranho. Só consegui ler até o capítulo 4 (se não me engano) enquanto estava em SP. Depois disso desisti, porque continuava achando muito confuso.

Quando já estava em Recife, estava louca pra ler alguma coisa e foi quando lembrei do livro que parei logo no começo da história. E diga-se de passagem, ele é grande e as letras são pequenas. Precisei voltar algumas páginas pra refrescar minha memória pois, como já disse, o começo é confuso. E um mínimo detalhe que você não entende, pode fazer muita diferença.

Pronto. Era exatamente o que faltava para o meu vício no livro começar. A história ficou muito viciante e era quase impossível parar de ler! É o tipo de livro que você fica morrendo de curiosidade com o que vai encontrar na próxima página. Tudo bem que geminianos são curiosos sempre, mas pode ter certeza, a curiosidade vai te pegar também!

É muito interessante ver o mundo e os seres humanos do mesmo jeito que Peregrina. Mais interessante ainda, é saber como as coisas poderiam ser diferentes... só depende da vontade das pessoas. Mas como nós sabemos bem, isso é muito complicado... porque ninguém se importa com o que realmente tem importância. Enfim, não vou fazer um resumo do livro, porque tenho certeza que vou deixar alguma dica do que acontece no final! E ser estraga prazeres não faz o meu tipo.

Peguei as informações no site oficial:
"A Terra foi ocupada por um inimigo que não pode ser detectado. O humano se tornou hospedeiro desses invasores: sua mente é extraída, enquanto o corpo permanece intacto. A nova consciência que o ocupa passa então a conduzir sua vida, que aparentemente prossegue sem alteração.
A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Melanie Strider não. Junto aos poucos remanescentes de nossa espécie, ela vive em segredo. Até, um dia, ser capturada.
Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, fora alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, as sensações tão intensas, a persistência das lembranças e das memórias, vívidas demais. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos humanos que ainda resistem. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por aquele humano a quem, contrariadamente, foi submetida.
Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que as duas amam."

Um livro perfeito. E #recomendo!

Para quem ficar interessado, mas tiver aquela preguicinha de ler, é só ter um pouco de paciência que em breve o filme A Hospedeira será lançado. A protagonista já foi escolhida: Saoirse Ronan, de Um Olhar do Paraíso, será Melanie Stryder. O filme estava a procura de financiamento durante o Festival de Cannes. E agora, o jeito é esperar e torcer para que fique pronto logo! Uma coisa é certa, se o filme ficar tão bom quanto o livro... será um grande sucesso!

1 Comentário:

JP. --> Responder disse...

Ótimo post Amor. =)
A história parece ser interessante.
Mas eu serei um dos que esperarei para ver o Filme =P rsrsrsrsrs


BEIJOOOS!
(L)