terça-feira, 11 de outubro de 2016

1

Mais uma etapa concluída: TCC


Vocês não imaginam como estou feliz por finalmente poder escrever esse post.
Foram cinco anos para finalmente concluir essa etapa. CINCO.

E durante esse tempo teve de tudo, inclusive coisas ruins:
Decepção...
Raiva...
Sensação de ter perdido tempo...
Frustração...
Desânimo...
Vontade de desistir...
Tristeza...
Lágrimas...
Sentimento de incapacidade...
Insatisfação...
Noites sem dormir...
"Professor" me enrolando (e mentindo)...
Idiota dizendo "ainda não terminou isso? Eu vou concluir minha pós e você vai continuar nesse TCC!"...
Ou então "melhor desistir mesmo, isso não vai dar certo"...

Mas graças a Deus, no meio disso tudo, teve recomeço, novas ideias, incentivo, apoio, esperança, gente acreditando e dizendo que eu poderia sim conseguir. E como sou grata por isso!
Alguns acompanharam de perto e sabem tudo que passei para chegar até aqui.

Hoje vejo que as coisas aconteceram como deveriam acontecer. Aprendi com as dificuldades, conheci pessoas maravilhosas e descobri quem são as pessoas que realmente se importam comigo.

Mãe, pai, João, madrinha, meus avós (maternos e paternos): minha família, minha BASE. Eu não sei o que teria feito sem o apoio deles. Mesmo nas ideias mais loucas que tive, eles estiveram comigo e me apoiaram. Óbvio que também teve bronca, cobrança... família é assim! E se não fosse por isso, eu teria desistido logo na primeira queda.



João Paulo, meu namorado, me ouviu dizer tantas vezes que queria desistir. Também ouviu muitos "não posso desistir agora, não dá pra jogar tantos anos pela janela". Sempre teve paciência para escutar quando eu queria desabafar e me apoiou em todas as decisões.


Não posso deixar de dizer que quase enlouqueci minha família e João Paulo com minhas oscilações de humor graças ao TCC (desculpa, gente! kkkkk). E quando eu precisei de algo, quando tive que correr com as coisas, eles ficaram comigo. Não basta ser família, tem que participar! HAHA. E eles fizeram tudo e mais um pouco.

Efigênia, minha orientadora, chegou no momento em que eu praticamente não acreditava mais que fosse possível concluir o TCC e tinha decidido: se não der certo agora, vou desistir de vez. Mas ela não deixou isso acontecer. Não me deixou desistir. Sabe aquela pessoa que faz de tudo para ajudar e mais um pouco? Ela é assim. Acreditou, ajudou, incentivou, "viajou" comigo (reaprendi isso com ela) e me ensinou tanta coisa! Tudo com muita paciência. Também puxou minha orelha uma vez ou outra. E também rimos muito, principalmente com os suspenses que ela adora fazer. Tive a melhor orientadora que poderia ter e agora tenho uma amiga que sei que posso contar pra tudo.


Henrique, meu coorientador, conheci graças a Efigênia e tive muita sorte por isso. O projeto era só uma ideia e eu nem imaginava que poderia ser mais que uma imagem. Ele pesquisou sobre o assunto e perdeu algumas horas de sono para me ajudar. E ajudou muito. Incentivou também. E teve a paciência de fazer as alterações quando eu pedia, só para deixar o projeto como eu imaginava.


Não sei o que seria de mim e do projeto sem meus "orientadores-padrinhos-mágicos". São dois presentes que recebi e que sou muito grata.


E o Pitoco, meu anjinho, meu filho de quatro patas, estava sempre do meu lado até nas madrugadas em claro. Quanto amor e companheirismo! Engana-se quem pensa que os bichinhos não entendem o que sentimos.


Tive muito apoio dos amigos, os de perto e os de longe. Alguns são praticamente parte da família, queridos demais! E sempre tentavam me ajudar. Ouviram tantos desabafos e continuaram me incentivando. Em momentos assim é que descobrimos quem é amigo de verdade.

Não posso deixar de comentar a ajuda que recebi do pessoal no Facebook. Em abril, precisei de 500 respostas para fundamentar o TCC e graças aos amigos, aos amigos destes amigos, e também de pessoas que simplesmente quiseram ajudar, consegui 646 respostas. Algo tão pequeno para alguns, mas uma ajuda enorme para mim.

Enfim...
Eu precisava agradecer novamente. Todos vocês. Muito obrigada por tudo que fizeram por mim. Agradeço a Deus por ter colocado pessoas maravilhosas na minha vida.

Hoje as lágrimas estão caindo novamente, mas agora eu não vou segurar, porque dessa vez é de felicidade, de alívio e de gratidão.
Demorou, mas finalmente aconteceu: TCC defendido e aprovado!
Finalmente posso seguir com a minha vida. Que venham os novos desafios.
...e a colação de grau!

1 Comentário:

Maria Efigênia Farias --> Responder disse...

Bianca,
Você nos ensinou a não desistir e acreditar nos nossos sonhos. Sonho que você compartilhou e nos só fizemos ajudar a realiza-los.....
Tive o privilégio de ter você como orientanda e agora uma amiga.
Nunca deixe de viajar! Beijos